Arquivo da categoria: Pseudo Fatos

eu acredito mais no Alan Moore e em um poema

é facil pra alguns sentarem e escreverem quilos e mais quilos de resenhas pra estes malucos que aparecem por aí, desses que por um dia tomam as redeas dos fetiches inibidos desde criança e sequestram a ex-namorada pra ter um pouco de atenção, puxam o gatilho por falta de instrução e talvez umas garrafas e uns tecos a mais, é facil falar que um recem ex-adolescente, que talvez não tinha café da manha quando acordava e o pai nao o levava ao shopping e comprava sorvete misto expresso,  foi influenciado por uma religião a entrar numa escola e disparar pra todo lado. Vendo canais  e comerciais e com o traseiro no sofá eu não vejo nada mais do que isso,  sinceramente acredito mais no Alan Moore e na Piada Mortal “a diferença entre um maluco e uma pessoa comum é apenas um dia ruim”  quiçá estes que tem todos os dias da vida ruins, esses que não sabem nem o que é ser abandonado pois nunca tiveram ninguém e vai haver aqueles que virão aqui esculachar, dizer que to do lado do Coringa, mas não,   só quero deixar bem claro que reclamar da segurança, criticar os pms corruptos e credenciar o islamismo la do outro lado do mundo é facil, mas prever o dia ruim de milhoes de abandonados não é uma ciencia exata.

______________________________________

Apenas um poema atrasado pra complementar esse momento meio “política de bar”

Com o leve peso do disparo, teve o controle de seus problemas por mais tempo do que esperava

Quantos decibéis medem um disparo?

qual seria o peso?

30 decibéis, impossível calcular em quilos?

as pessoas correndo e corredores, escorregões e gritos

misturados feito uma bolsa de valores

valores morais

agora aqui com esses dois canos nas mãos

esses 10 ou 15 minutos você está no controle

com esses  20 ou 30 decibéis dando ordens

alguns aí perdem 21 gramas

já li em algum filme que esse seria o peso da alma

30 decibéis seria apenas um empurrão, pra um parapeito talvez

você viu crianças rastejando em sua frente

com a medida nos olhos marejados

garanto que isso te assustou mais

mais do que o policial atras

balaço nas pernas foram o que disseram nos jornais

suicídio póstumo

isso pra não falar que com 30 decibéis acertaram suas 21 gramas bem atras da nuca

você está mais leve agora.

não tem mais o controle

nem eles.

Anúncios

mantendo a média

Já faz uns dias que sento aqui, escorado nessa pequena tela, teclado no colo, copo de whisky com gelo fazendo auréolas de agua se misturando à poeira do criado mudo e com a barba cansada, ja cuspi, cocei entre os dedos do pé, chutei a lixeira, carreguei móveis de um lado pro outro e arranhei a parede com carne dos dedos, mas não consegui vomitar nada em forma de texto pra quem quer que esteja lendo isso aqui. Já faz dias que ela se foi e mesmo assim, nada mais acido que essas poucas linhas vai sair desse lado de dentro vazio, vou ficando por aqui por enquanto por enquanto, nas peladas de fim de semana e em paginas beat, fiquem à vontade.


Sinatra e uma película muito bem interpretada

Inspirado em fatos reais

rachei de rir


Sobre mendigos e vida inteligente (na terra)

Ela senta do lado da janela, abre um pacote de ruffles e começa a mastigar, sol na minha cara e um calor moroso e dyscovery na tela, pergunto se ela já parou pra pensar na consciencia dos animais. “Animais não são racionais” ela diz. Sigo olhando pra TV, “o ser Humano é um animal” eu afirmo, “o ser humano também não racional” ela retruca. E esse meio papo me fez folhear o Amor é um cão dos Diabos pra achar esse poema do Bukowski confirmando que existe vida inteligente fora da terra, porque dentro dela eu acredito que não.

 

já vi mendigos demais com os olhos vidrados bebendo vinho barato debaixo da ponte

 

você se senta comigo

no sofá

nesta noite

nova mulher.

você já viu os documentários

sobre animais carnívoros?

eles mostram a morte.

e agora me pergunto

que animal entre

nós dois

devorará

primeiro o outro

física e por fim

espiritualmente?

nós consumimos animais

e então um de nós

consome o outro,

meu amor.

enquanto isso

prefiro que você vá

primeiro e do primeiro jeito

se os gráficos de performance passadas

significarem alguma coisa

eu certamente irei primeiro e do último jeito.


Sexta feira, isenta de compromisso, acabei parando na casa de um amigo meu, descendo whisky lento e jogando poker, ao contrario do Buk, eu sou um péssimo jogador e nem me dou ao luxo de ter sorte de principiante, pelo menos somando ao todo não perdi, nada.

valeu a pena pelas risadas e demais palhaçadas que rolam quando amigos se reunem. Ela foi para o show do Tomate que ta rolando uma hora dessas, carregado de abadás coloridos e batuques em bumbos de metal e eu me permiti ficar por aqui ouvindo Stones


E essa paz tão demorada?

as coisas estão andando bem demais por aqui, é PIS caindo na poupança, dinheiro sendo recuperado do mercado pago de livros que comprei e não recebi, meu time vencendo o clássico estadual, a patroa elogiando o desempenho, as metas atingidas, o namoro de vento em poupa  e todo esse emaranhado de paz me encomoda muito, quando tudo começa a ficar assim eu já me preparo pra merda que uma hora ou outra virá, há quem diga que é apenas tempestade em copo de whisky,  mas eu sei que a merda virá.Quando tu tá naquelas fases, sem grana, doente, brigado com a mãe, namorada, tomando bronca da patroa, pisando em bosta de cachorro, mordendo a língua, tomando cano de loja de elétrodomésticos, se fodendo das mais variadas maneiras e posições possíveis, você nem se preocupa porque sabe que aquilo é o normal de ocorrer com pessoas como nós.  Mas se importar com essas coisas só piora tudo mesmo, chego até a crer na tal lei da atração, mas o fato é que se não tem algo errado acontecendo, as coisas não estão certas, isso sim. De alguma forma ou de outra to sempre reclamando também, por mais estranho que seja ficar tranquilo demais me deixa puto pra caralho, vai saber.

Mudando um pouco de assunto, tenho reparado entre as 20( não mais)  visitas que tenho diariamente, acho que tem alguém aficcionado por demais em um post meu, sempre que entro, fico semanas sem postar algo, o mesmo puto acessa o (Superficial à medida de uma dose de conhaque) é isso ou a procura por conhaque no google está acima da média, nem é lá um grande post, apenas mais um diálogo baseado em fatos verídicos um pouco modificado, Mas gosto dele também e quem quer que seja que esteja lendo ele todo santo dia, gostaria de agradecer a presença e pode comentar a vontade.


To naqueles dias que tu ouve a mesma música o dia inteiro saca? Bebendo Passport Scotch

não é ruim de verdade, é bom o bastante pra valer 30 pratas e bom pra quem gosta de beber e ler umas porcarias em seu próprio blog, pois é, parei pra reler uns textos meus e me “autoinspirar”, confesso, faço isso sempre, vão dizer que é egocentrismo e sou obrigado a concordar. O fato é que tenho uns textos meus que me tocam e gosto de ficar tentando resgatar a merda que passou na minha cabeça em certa ocasião pra escrever tal coisa. Nem sempre reler da certo, como agora por exemplo, só achei erros de português grotescos e nada mais. Peço que quando vocês verem essas coisas não reparem, no final das contas vocês sempre entendem o que quero dizer.