Arquivo da tag: terror

O Observador

Às vezes me pego lendo esses anúncios de desaparecidos no Jornal, na conta de energia e nas embalagens de leite.  Desde criança essas fotos me intrigam, é assustador imaginar como alguém pode simplesmente desaparecer do mapa e não deixar vestígios. Por Deus,  deve haver um “por que” ou “como”, eu preciso de uma explicação.

 

 Era uma manhã nublada de terça feira, o celular tocou sobre o criado mudo. Era Jesse: 

 

A essa hora! O que será?

 

– Alô

– Harry, há quanto tempo, como vai?

Oi Jesse, ta tudo bem sim… – hesitei em concluir – … Na medida do possível.

– Pois é, já faz um ano não é? Como o tempo passa rápido!

– Sim, mas ainda da pra ouvir o som dela tocando piano as vezes, é complicado.

– Também sinto a falta dela Harry, muito mesmo.

– Faz tempo que você não liga amigo,  aconteceu alguma coisa?

– Não. – ele pigarreou, parecendo meio sem jeito de me contar algo – Na verdade… sim,  o delegado me telefonou ontem me dizendo que tinha novidades sobre Kayla…

– Como é que é? – o interrompi com o coração quase explodindo de emoção.

– Uma senhora encontrou  um pequeno  caderno na estrada que vai para Providence, me parece ser uma espécie de diário de Kayla, a senhora disse que reconheceu o nome devido aos anúncios que você espalhou.

– Minha nossa eu me lembro. Era o pequeno diário dela, está com você?

– Não, não, os investigadores confiscaram, disseram que pode ajudar a resolver o caso,  mas o delegado me mandou copias por e-mail.

– Nas ultimas semanas que ela esteve aqui, eu lembro que passava horas trancada no quarto escrevendo. – disse-lhe com a voz embargada.

– Harry eu sei que isso é particular, mas eu tomei a liberdade de ler algumas páginas. – Fez uma pausa, parecendo me preparar pra ouvir algo mais importante – O  que quer que tenha acontecido com Kayla eu acho que ela já estava prevendo.

– Como assim Jesse? – Indaguei assustado.

– Kayla era uma jovem inteligente e… enfim, acho melhor você mesmo ler e tirar suas conclusões, lhe enviei as cópias por e-mail.

– Você esta me assustando Jesse, o que aconteceu?

– Não sei explicar cara, apenas leia. De qualquer forma, foi bom falar com você  se cuida aí. – Desligou, antes que eu pudesse me despedir.

  Continue lendo